Arquivo da tag: manoel de barros

Onde está o delírio do verbo?

VII No descomeço era o verbo. Só depois é que veio o delírio do verbo. O delírio do verbo estava no começo, lá onde a criança diz: Eu escuto a cor dos passarinhos. A criança não sabe que o verbo … Continuar lendo

Publicado em Pensamentos e Frases | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Sobre o inominável

“As coisas que não tem nome são mais pronunciadas por crianças”. Manoel de Barros (1916-2014)

Publicado em Iserj | Marcado com , , | Deixe um comentário