Uma escola que abraça a o modelo “start-up”

O New York Times mostra como é a experiência de aprendizagem na escola pública de ensino médio Brooklyn STEAM Center, em Nova York, nos Estados Unidos, que vive a cultura de startup. A instituição conta com cerca de 220 alunos e divide espaço com 400 empresas de tecnologia em prédio que abrigava um antigo estaleiro da cidade.

No momento em que muitos gestores se perguntam como criar itinerários para o ensino médio brasileiro, é interessante conhecer como essa escola se organiza. Metade do dia é reservado ao currículo acadêmico e, no contraturno, estudantes podem escolher uma das cinco trilhas: design e engenharia, ciência da computação e tecnologia da informação, filmes e mídia, tecnologia da construção, e artes culinárias e gestão de hospitalidade. (em inglês)

Fonte: newsletter do site Porvir.

Sobre Arnaldo

Arnaldo, pai, terapeuta, ser humano. Visite meu site e saiba mais sobre mim!
Esse post foi publicado em Ideias Inovadoras, Links, Métodos e Autores e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s