Professores portugueses entregam em greve contra a precarização da sua profissão

professoresDesde ontem entrei em contato direto com a capacidade de mobilização dos sindicatos portugueses.  O primeiro encontro foi no dia ontem e se deu em função da greve dos ferroviários que decidiram realizar um movimento paredista para exigir a contratação de mais trabalhadores para atender a malha ferroviária portuguesa.  O segundo encontro está sendo hoje com a greve por tempo determinado dos professores das escolas públicas que realizam um movimento para exigir a contagem correta do seu tempo de serviço que foi congelado durante os anos de reinado dos governos controlados pela Troika,  mudanças nos horários de trabalho e no tempo de trabalho para aposentadorias [1].

Um detalhe importante sobre a situação do número de professores nas escolas portugueses é que durante os 9 anos de governos associados à Troika, o número de servidores desta área diminui, e a situação não alterada após a entrada no governo da…

Ver o post original 123 mais palavras

Sobre Arnaldo

Arnaldo, pai, terapeuta, ser humano. Visite meu site e saiba mais sobre mim!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s