Escola sem Partido e a educação para o mundo de hoje: mensagem para o José

Por Arnaldo V. Carvalho

Ontem o José, meu colega de turma, levantou a bola do Escola sem Partido, enviando-me o pedido para que eu apoie o projeto de lei. Respondi-lhe com a mensagem abaixo, aqui publicada com o desejo de que seja útil a mais pessoas, ou ao menos que se faça conhecer minha posição mais básica sobre o tema:

“Perdoe José. Sou contra a lei, pois considero a escola cenario de discussao, pluralidade e tolerancia. Tenho cinco filhas, sendo que fui pai aproximadamente aos 20, aos 30 e aos 40.

Isso significa que estou há três gerações frequentando escolas (fora minha propria experiencia de aluno). Nunca vi aplicaçao de ideologia de gênero. Já vi homofobia e intolerancia religiosa. E muita. Já vi professores se posicionarem politicamente. Uma ou outra voz, que fizeram as crianças trazerem discussoes para casa. Já vi também minhas filhas terem contato com tribos de adolescentes distintas, que inclusive tinham posições em relação a sexualidade diferentes da que nós temos. Pudemos discutir e refletir isso em casa.

Lacrar o mundo tal como ele é, apartar o jovem de algo que hoje é realidade, seja ela boa ou ruim, é extremamente danoso.  Ele precisa ir lá e enfrentar a realidade, com todas as ideologias e perigos que apresenta. E nós pais precisamos estar próximos, bem próximos, para mediar essa realidade, e oferecer informação e segurança emocional, que são as verdadeiras armas empoderantes que eles tem para tomarem suas próprias decisões em bases sábias.

Isso não quer dizer que optarão por uma visão de mundo equivalente a nossa. Eles não nasceram para serem meras cópias. Mas a construção de base para uma autonomia com consciência faz toda a diferença, e isso é tudo o que os pais podem fazer (isso não é tarefa da escola).

Educar é fazer-se desnecessário aos poucos. Permita que seus filhos enfrentem o mundo, pensem por si. Protejam-nos com informação e segurança afetiva.

Tudo vai dar certo”.

* Arnaldo V. Carvalho é pai, terapeuta, educador, estudante de pedagogia.

Anúncios

Sobre Arnaldo

Arnaldo, pai, terapeuta, ser humano. Visite meu site e saiba mais sobre mim!
Esse post foi publicado em Desafios da Graduação, Educação e Política e marcado , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Escola sem Partido e a educação para o mundo de hoje: mensagem para o José

  1. Pingback: Escola sem Partido: para quem quer começar do zero (e de forma neutra!) | Arnaldo V. Carvalho

  2. valmirsilva disse:

    Republicou isso em Não ao Golpe2e comentado:
    Pois é amigo Arnaldo essa conversa soa mais como “escola sem política” ou como alguns (ditos) governos gostam de fazer “escola sem aulas de filosofia e história, sem debate e sem merenda”
    Parabéns concordo plenamente com você!
    E mesmo sem sua autorização já te “rebloguei”!

    Curtir

  3. Pingback: Escola sem Partido e a educação para o mundo de hoje: mensagem para o José | Lirio da Paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s